Município de Paredes de Coura

Loading
PAREDES DE COURA | ‘A Guerra’, de Joaquim Furtado, ‘A Costa dos Murmúrios’, de Margarida Cardoso, e ‘A Metamorfose dos Pássaros’, de Catarina Vasconcelos, | ‘Memórias da Guerra em África’ | ciclo de cinema e audiovisual |10, 11 e 12
‘Memórias da Guerra em África’ ciclo de cinema e audiovisual 10, 11 e 12 de março | CENTRO CULTURAL   Os filmes ‘A Guerra’, de Joaquim Furtado, ‘A Costa dos Murmúrios’, de Margarida Cardoso, e ‘A Metamorfose dos Pássaros’, de Catarina Vasconcelos, integram o ciclo de cinema e audiovisual ‘Memórias da Guerra em África’ com […]
publicado a 8 de March de 2023

Rascunho automático 1803Rascunho automático 1150Rascunho automático 1805

‘Memórias da Guerra em África’

ciclo de cinema e audiovisual

10, 11 e 12 de março | CENTRO CULTURAL

 

Os filmes ‘A Guerra’, de Joaquim Furtado, ‘A Costa dos Murmúrios’, de Margarida Cardoso, e ‘A Metamorfose dos Pássaros’, de Catarina Vasconcelos, integram o ciclo de cinema e audiovisual ‘Memórias da Guerra em África’ com que o Centro Mário Cláudio recupera para este fim de semana de 10, 11 e 12 de março, o ciclo ‘A Guerra em África’ com que desde o ano passado tem trazido a Paredes de Coura exposições, debates e exibições, tendo por referência os conflitos que se travaram nas três frentes, Guiné, Angola e Moçambique.

Com encontro marcado para o Centro Cultural de Paredes de Coura, este ciclo de cinema e audiovisual ‘Memórias da Guerra em África’ para além da projeção dos filmes também contempla o encontro de Joaquim Furtado com Jorge Campos, na tarde de sábado, precedido pela projeção de ‘A Guerra’, bem como de curtas-metragens do ESMAD, Escola Superior de Media Artes e Design, do Politécnico do Porto.

Recorde-se que este ciclo ‘A Guerra em África’ tem o apoio do Município de Paredes de Coura e é complementado por um importante acervo documental facultado pelas gentes courenses, que responderam ao desafio colocado pelo Centro Mário Cláudio com a significativa disponibilização de fotografias, cartas e aerogramas, fardamento e condecorações, além de objetos ilustrativos do quotidiano das tropas.

Com estes testemunhos, fica o registo da forma como, nas famílias dos militares, e já não no teatro bélico, se viveram duas décadas que dolorosamente marcaram a nossa história, individual e coletiva, e bem assim todo o imaginário daí resultante, pelo que as iniciativas que vêm desde outubro do ano passado foram pensadas como pretexto de reflexão e relembrança, e de respeitosa homenagem à memória de quem morreu e sofreu.

Ciclo de Cinema e Audiovisual    

10, 11 e 12 de março - Centro Cultural de Paredes de Coura

Programa:

10 de março - 21h30

‘A Costa dos Murmúrios’, de Margarida Cardoso

11 de março - 14h00

‘A Guerra’, de Joaquim Furtado | Sessão de 2 episódios

16h30 - Curtas-Metragens ESMAD

17h00 - Encontro de Joaquim Furtado com Jorge Campos

12 de março - 15h00

A Metamorfose dos Pássaros, de Catarina Vasconcelos

A Costa dos Murmúrios

No final dos anos 60, Evita (Beatriz Batarda) chega a Moçambique para casar com Luís, um estudante de matemática que ali cumpre o serviço militar. Evita rapidamente se apercebe que Luís já não é o mesmo e que, perturbado pela guerra, se transformou num triste imitador do seu capitão, Forza Leal. Quando os homens partem para uma grande operação militar no Norte, Evita fica sozinha e, no desespero de tentar compreender o que modificou Luís, procura a companhia de Helena, a mulher de Forza Leal. Submissa e humilhada, Helena é prisioneira na sua casa, onde cumpre uma promessa. É ela quem revela a Evita o lado negro de Luís... Perdida num mundo que não é o seu, Evita apercebe-se da violência de um tempo colonial à beira do fim. "A Costa dos Murmúrios", realizado por Margarida Cardoso, é uma adaptação do romance homónimo de Lídia Jorge, a sua obra mais célebre, que aborda um momento ainda doloroso e com muitas feridas abertas da História de Portugal.

Título original: A Costa dos Murmúrios
Género: Drama
Realização: Margarida Cardoso
Atores: Carla Bolito, Beatriz Batarda, Monica Calle
Duração (minutos): 115
Classificação: 12 anos

A Metamorfose dos Pássaros

Misturando documentário e ficção, este filme parte da história da família de Catarina Vasconcelos, a realizadora, com especial foco na avó paterna, que nunca chegou a conhecer, e na própria mãe. Nas palavras da realizadora, este é um filme “sobre a mãe do meu pai. A minha mãe. As mães. As mães das mães. As mães das mães das mães. Mas também acerca de um determinado período histórico que eu não tinha vivido: um período tão distinto daquele que vivemos hoje e que temos o dever de não esquecer. É um grande privilégio viver em liberdade”.
Estreado no Festival de Berlim, onde recebeu o Prémio da Crítica Internacional, “A Metamorfose dos Pássaros” tem somado distinções em vários festivais, entre eles o Prémio de Melhor Filme no Festival de Vílnius (Lituânia); Prémio Especial do Júri no Festival de Taipei (Taiwan); Prémio de Melhor Filme no Festival Dokufest (Kosovo); Prémio Zabaltegi – Tabakalera, no Festival de Cinema de San Sebastián (Espanha); Prémio do Público no IndieLisboa; e os prémios do público e de contribuição artística no Festival de Cinema de Curitiba (Brasil). Esta é a estreia em longa-metragem de Vasconcelos, depois da curta “Metáfora ou a Tristeza Virada do Avesso” (2014).

Título original: A Metamorfose dos Pássaros
Género: Biografia/Documentário
Realização: Catarina Vasconcelos
Atores: Manuel Rosa, João Móra, Ana Vasconcelos, Henrique Vasconcelos, Inês Melo Campos, Catarina Vasconcelos, Cláudia Varejão, José Manuel Mendes, João Pedro Mamede
Duração (minutos): 111
Classificação: 12 anos

II Fórum do Mundo Rural – Ruralidade nome feminino

Ainda este sábado, Paredes de Coura acolhe o II Fórum do Mundo Rural. Promovido pelo Laboratório Rural, com esta iniciativa procura-se criar um lugar privilegiado de debate e discussão de ideias sobre os desafios, ameaças e oportunidades que a ruralidade enfrenta.
Este Fórum é dedicado às mulheres que escolhem viver e trabalhar no mundo rural ou para o mundo rural, bem como à agricultura familiar, pelo papel fundamental que desempenham na manutenção das comunidades rurais, das atividades agrícolas, na promoção de sistemas alimentares mais justos e mais sustentáveis e na preservação de patrimónios culturais e naturais dos territórios.
Um painel de mulheres rurais estará presente para partilhar a sua experiência de vida pessoal e profissional, contribuindo assim para promover o reconhecimento das mulheres do mundo rural e para inspirar novos projetos no feminino.

Casa do Conhecimento de Paredes de Coura
11 de março às 15h00

Paços do Município

2023.03.08